p

Notícias da CMFI / veja na íntegra
 
16/03/2017 - 12:32
MERENDA ESCOLAR
Contratos de Merenda Escolar são objeto de fiscalização por parte da Câmara
Requerimento da Vereadora Adriana Luiz (PSD) pede cópia de todos os contratos
Comunicação/CMFI


Vereadora Adriana Luiz

Os contratos da merenda escolar serão fiscalizados. O pedido de cópia de todos os contratos vigentes, firmados pela gestão anterior, para fornecimento de merenda escolar do município partiu de um requerimento da Vereadora Adriana Luiz (PSD), aprovado por unanimidade, nesta quinta-feira, 16 de março.

A Vereadora Adriana Luiz (PSD), que é professora de carreira e foi por 17 anos diretora da Escola Municipal Frederico Engel, com o conhecimento da realidade educacional do município, foi à tribuna marcar seu posicionamento.

“A questão da merenda escolar é sempre um ponto que as escolas encontram dificuldade. Paga-se por carne de primeira e chega na escola comida de qualidade muito mais baixa. Eu quando diretora já ouvi me falarem: dá seus pulos! Precisamos saber em que pé está a questão da merenda”, cobrou a vereadora Adriana. “A gente viveu isso mesmo, com essas dificuldades dos professores e pais fazendo rifas, é claro que os contratos firmados não se cancelam de um dia para o outro, levamos alguns meses. As crianças sem merenda, sem ter o que comer para estudar, a gente não pode aceitar”, contribuiu a Vereadora Nanci R. Andreola (PDT).

Diante do conhecimento das reivindicações da população e da realidade do ambiente escolar, diversos parlamentares se manifestaram em apoio ao requerimento e à fiscalização desse serviço. “Em pleno ano de 2017 é inadmissível que uma situação como essa exista. É convite para que abram os olhos. Nossa indignação é abusar daqueles que são inocentes, crianças”, afirmou o Vereador Celino Fertrin (PDT).

“Uma melancia para 360 crianças não dá nem uma semente para cada criança. Temos 52 escolas em Foz. Fiscalizaremos que é nosso papel. Nossos contribuintes não podem passar por esse desleixo que passaram durante todo esse tempo”, contribuiu o Vereador João Miranda (PSD). “É possível aprender com fome? Não. Que esses contratos venham para que possamos fazer nosso trabalho de casa, fiscalizar a merenda pública”, destacou Rosane Bonho (PP).

“Estamos falando da merenda e me chamou atenção que o secretário havia te dito: dá seus pulos. Que pulos são esses? Estamos falando de crianças, de educação. Estamos nessa luta porque chegou a hora de cuidar das pessoas”, defendeu o líder do Executivo na Câmara, Vereador Jeferson Brayner (PRB).

Em meio ao debate, surgiram algumas propostas quanto à rapidez da fiscalização dos serviços e o auxílio para que essas informações chegam até o Legislativo, a fim de que a Câmara como Poder instituído e fiscalizatório cobre o setor competente da Prefeitura. “Realmente é uma situação muito delicada de nossas crianças, comento uma sugestão dada pelo Vereador Celino de que as diretoras fiquem com contrato em mãos e notifiquem a Câmara caso não estejam cumprindo o contrato. Não adianta pagar barato na merenda e depois não ter qualidade e não atender à demanda”, disse Elizeu Liberato (PR). “Poderíamos implantar todo o procedimento como acontece na penitenciária, lá tem um segmento de avaliação da carne que chega, na escola poderia ter o mesmo procedimento. Olha o respeito que se tem com a educação”, enfatizou Vereador Protetor Jorge (PTB). Com a aprovação, requerimento foi encaminhado ao Executivo, do qual aguarda feedback.
 
 
Tags da Matéria:   Educação; Merenda qualidade; Fiscalização
 

 
 

CNPJ: 75.914.051/0001-28
Sede: Travessa Oscar Muxfeldt, Nº 81- Centro. CEP: 85851-490 - Foz do Iguaçu - PR
Anexo: Rua Quintino Bocaiúva, Nº 610 - Centro. CEP: 85851 - 130 - Foz do Iguaçu - PR
Site Oficial da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu
Responsabilidade: Diretoria de Comunicação

 
Horário de expediente – Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 14h00
           
45 3521 - 8100   imprensacmfi@gmail.com